Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PENSAMENTEANDO 53 (Filosofia/Sabedoria)

Quem, senão a Filosofia (não filosofices), pode debelar nossas diversas labaredas da ignorância? Quem, senão o filosofar verdadeiro (por que penso o que penso sobre as coisas; qual o sentido real; com que objetivo penso desta maneira) pode limpar os pós acumulados nos espelhos de nossas auto-ilusões?

Quão terrível, quão trágica é a falsa sabedoria! Ela é casca que precisa ser derruída impiedosamente. Não é à toa que todos os marcos literários de águas profundas, mormente os Poetas, trazem em suas líricas exercícios de sapiências. Ou seja, colocam os pés na lama existencial, problematizando nossos desafios da vida. Platão, amigo, odiava tanto os Poetas exatamente por isto, sendo ele mesmo um tremendo vate.
Ary Carlos Moura Cardoso
Enviado por Ary Carlos Moura Cardoso em 29/10/2006
Reeditado em 31/12/2006
Código do texto: T276602
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Normal.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ary Carlos Moura Cardoso
Palmas - Tocantins - Brasil
1002 textos (256401 leituras)
1 áudios (293 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:43)
Ary Carlos Moura Cardoso