Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Maria

Maria, disseram que, verdadeiramente
Eu sou um poeta, pois então:
Te faço um poema, tão dispensados são...
Mas, olha, são feios, mas são de coração

O meu corpo não quer descansar
E uma alma tenta me fazer sempre descansar
Meu corpo quer alegria e sempre tentam me derrubar
Eu sou blindado de pouca cultura
E tenho, em mim, juventude, disse...
Eu disse certa vez que o amor fortalece
Pois bem, é verdade, mas vicia...
E quando entorpecido estamos
Não fazemos poemas como estes...
Não fazemos, por vezes, o que presta
Só o amor dela o que me resta!?

Quando persistente se é
Em ter como belos os cabelos pretos
Se é mais bonita a servir
A quem te ama e quem de ti precisa
Abandona o que não deve te pertencer
O que se, mas não se quer alcançar...
O distante...

Quem não conhece a insistência de quem ama
Desiste fácil do que tanto gosta
Tanto gosta, tanto gosta...
Maria, me disseram que era maravilhosa.
Andrié Silva
Enviado por Andrié Silva em 10/11/2006
Código do texto: T287471

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Andrié Keller ( baadermeinhofblues@hotmail.com ) Brasil - http://www.recantodasletras.com.br/autores/andrie). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Andrié Silva
Salvador - Bahia - Brasil, 27 anos
912 textos (98434 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:49)
Andrié Silva