Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CONTÁGIO ...

CONTÁGIO ...
 
Leio os teus poemas, bebo-te de um trago ...
Oh que sublime deve ser o teu regaço !!!
O meu coração limpo tem agora um traço
Indicador de um caminho outrora vago ...
 
Penetro nos teus olhos, imagino a tua boca
Que anseio beijar acariciando-te os cabelos...
Tudo o que eram nadas são agora zelos
Que agitam e sufocam uma garganta rouca...
 
Sinto a marezia de um longo mar que observo
Gigante, revoltado, que tem em mim um servo
Que reflecte sonhos e sons doces do Adágio !!!
 
Quisera eu saber como te tornar realidade
Desenhando no horizonte a ausência de saudade
Como forma intensa de te querer e de contágio.
Ângelo Gomes
Enviado por Ângelo Gomes em 13/11/2006
Código do texto: T290406
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ângelo Gomes
Portugal, 64 anos
553 textos (7881 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 09:42)
Ângelo Gomes