Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amiga, sou eu de novo!

Psiu...oi amiga.
Mais uma vez volto a procurá-la. De mansinho, não querendo incomodá-la, mas... como evitar?
Por tantas vezes o seu carinho me reconduziu à vida, à alegria... Quantas vezes você me apontou novamente a direção menos espinhosa ou o caminho penoso - mas necessário.
Quantas vêzes agarrei sôfregamente a sua mão clamando socorro durante as agruras da vida?
E você sempre ali, presente, sem omitir-se, pronta a carregar o meu fardo, solidarizando-se comigo a cada curva do caminho.
Acho que criei dependência de você. Você tornou o meu dia-a-dia tão tranquilo, sem sobressaltos, equilibrado...
Penso que você também criou dependência de mim... Só que ao contrário.Você comigo se sente capaz, forte, decisiva, protetora.
Será que nossos familiares e nossos  companheiros entenderão essa ligação simbiótica? Ligação essa na qual precisamos deles, sim, mas não abrimos mão de nós mesmas...


Serelepe
Enviado por Serelepe em 18/11/2006
Código do texto: T294311

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Serelepe
Curitiba - Paraná - Brasil
552 textos (36125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 19:02)
Serelepe