Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

As visitas

Nós somos incoerentes. Tanto gostamos, como desgostamos delas. Bom que vieram, bom que foram. Somos egoístas isso sim. Depois de algum tempo, temos dificuldade de abrir espaço para visitas. Elas nos tiram da rotina.
Meu neto diria, coisa de velha. Mas, não é não. Acho que temos o direito de querer preservar um pouco, nossa intimidade, mas sem exageros. Assim como não podemos barrá-las, indiscriminadamente, também não temos necessidade de escancararmos as portas de nossa casa a quem queira vir, pelo tempo que acharem conveniente.Bom que venham, bom que vão.
Esse egoísmo, essa incoerência fazem parte do ser humano. Ser, do verbo ser, estar,  não de ente, homem. E ninguém tem nada a ver com isso, de certa forma. Seremos sociáveis até onde isso não atrapalhar nossa integridade emocional. Uma vez que nós percebemos isso em nós, é porque já somos melhores do que éramos. Um passo dado na direção de vencer mais essas pequeníssimas imperfeições.


Vitoria Lerinha Haubert
Enviado por Vitoria Lerinha Haubert em 27/11/2006
Reeditado em 27/11/2006
Código do texto: T302408

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Vitoria Lerinha Haubert
Sapiranga - Rio Grande do Sul - Brasil, 71 anos
266 textos (18685 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 08:54)
Vitoria Lerinha Haubert