Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                              Os Anjos!

     Um dia me perguntaram se eu cria em Anjos, se sabia seu rosto ou entendia sua melodia. 
     Prontamente, com a firmeza de um diamante bruto, fiz que não: "Eu nunca verei um Anjo!" Foi então que ouvi sua voz canora, suave e breve, como rouxinol de arrebol, e reconheci, em arrepios imorredouros, que um anjo indagava-me em cantares cotidianos. E então, sem mais temor, um acorde preparei e do espasmo de sonho, arremedo de coisa etérea, finalmente voei: Anjo de Luz que me guiava nas estrelas do renascer.
Nel de Moraes
Enviado por Nel de Moraes em 18/07/2005
Reeditado em 31/07/2005
Código do texto: T35516

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site www.neldemoraes.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nel de Moraes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
407 textos (351740 leituras)
2 e-livros (297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:17)
Nel de Moraes