Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ninguém é de ninguém

      Um dia alguém me disse eu amo você e eu acreditei.
Tola, ingênua, ou querendo ser realmente amada e sentir-se bem?
      Pois é, a gente acredita que esse alguém existe e se  estamos sós verdadeiramente ficamos tristes. Ai é que vem o X da questão, sofremos,mas queremos sofrer, até derrepente porque não dizer com prazer, pois mazoquistas, somos quando em nós mesmos não acreditamos, precisamos de estar nos braços de um alguém. Chegamos de mansinho, nos alojamos com carinho, nos abrigamos com jeitinho no colo do ser amado fazendo dele nosso ninho. Não pedimos licença, entramos na vida do outro dizendo você é meu e eu amor sou sua. Então começam os altos e baixos,primeiras rusgas, primeiros embaraços, como concertar? Como pedir perdão? Como cobrarmos atitudes desse alguém. Porque na verdade, na verdade nessa vida ninguém é de ninguém!
      se existe alguém por ai que pense diferente de mim pode falar, grite aos quatro ventos, pois eu sòzinha me arrebento de tanto imaginar: Será que eu fui a única a errar de agir e pensar. Que assim como hoje, como amanhã e como ontem com todas as consoantes que somos propriedades dos sonhos dos outros o bastante ou eu deixei a desejar.
               
Pretacosta
Enviado por Pretacosta em 04/08/2005
Código do texto: T40258
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Pretacosta
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 64 anos
236 textos (32726 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:47)