Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Solidão da noite.


Sentimentos se confundem ao romper do dia.
Cai sobre mim um vazio imenso e inexplicável.
Lágrimas correm e molham a face, a dor se instala e a solidão torna-se mais dura e triste...
Mas no fundo não estamos sós por completo e isso me consola e me faz sentir...
Dúvidas povoam minha mente que sem pensar sonha com o fim da noite.
Crenças e falta de amor se tornam únicos em um coração vazio e cheio de dor...
Amar, lutar, viver e morrer.. mas quase nunca existir... os traumas do passado retornam a mente trazendo de volta sentimentos quase esquecidos e deixados a muito tempo para traz.
O ódio e a falta de fé se tornam reais nesse momento, a existência terrena do mal deixa a dor mais intensa e a cada momento a vida mais vazia e sem saída...
As nuvens no céu encobrem a lua, única beleza real do mundo lúdico vivido atualmente.
Nada parece vingar nem dar certo, apenas vivo, choro, sinto e sou.
Sentir me dá medo, mas me consola pois com o medo esqueço a dor e nesse momento a solidão me toma por inteiro.
Suspiros inconscientes e eternos se instalam em minha alma, será que um dia vão findar?
A noite então se torna bem mais que mágica, se torna um lar de tortura constantes para os amores não correspondidos, a ilusão do amanhã... a ternura do dia seguinte.
Mas após as lágrimas quase não existirem mais apenas sonho e aguardo o amanhã chegar e o dia se repetir repleto de receios e inexistência de uma alma feliz.
Espero então por mais um dia a solidão da noite chegar.
Senhora da Luz
Enviado por Senhora da Luz em 20/08/2005
Código do texto: T43993
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Senhora da Luz
Vitória - Espírito Santo - Brasil, 41 anos
40 textos (5509 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 03:58)
Senhora da Luz