Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MAJESTOSA PIRANHA!

Do alto contemple sua beleza...
Oh majestosa encantadora menina mulher!
Acolhedora e rica com seus cantos e encantos
Vestida de saia rodada e no teu busto um belo par de seios;
De um lado, uma capela branca, do outro a flor de kactos,
com seus mirantes deslumbrantes.
Soberana com sua importância histórica!
Um sonho! Seu deleite com seus gozos oferecidos;
Quente com seu calor do acolhimento;
Sua história viva até então remoída.
Enaltecendo os bravos e seus sobreviventes...
Hoje mimosa com suas crenças e costumes...
O mundo se rende e se fascina com tamanha beleza.
Um convite, um ponto de cruz, um rio de mil e uma
definições em canções.
O progresso, minha consciência em preservar!
O conforto de todas as acomodações em teus braços
À saudade ainda no desfrutar, só em pensar deixar-te.
Oh majestosa Piranha, voltar é sempre uma promessa...
Piranha, fera temida das águas ou ingênua piranha desfigurada?
Piranha uma cidade histórica no agreste Alagoano.
Escolhida por Lampião como sua última moradia;
Se não fosse morto por emboscada depois de ser traído.
Morreu o homem, sua história jamais.
Não! Meu coração só contempla a Ti majestosa cidade.
Das águas que te corta, aflora do fundo do seu leito,
um mar de pedras vulcânicas, emergindo aos avessos.
Numa modificação aterrorizante em constante metamorfose...
Por falta de chuvas ou por decisões dos homens? Não sei!
Falo por te oh princesa Piranha, socorro, olhem por mim
homens do poder...
O lazer e sempre usufruído sobre tuas águas cristalinas,
Onde desfruto da minha insanidade mental e corro
léguas do meu sofrimento, enquanto respiro vida e toda
consciência que me resta quando estou dentro de ti
oh Majestosa Piranha.
Escrito em 29 de março de 2014, por Orlando Oliveira.
ORLANDO S OLIVEIRA
Enviado por ORLANDO S OLIVEIRA em 29/03/2014
Reeditado em 30/03/2014
Código do texto: T4748541
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Endereço da obra. Recanto das Letras de Orlando Oliveira.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ORLANDO S OLIVEIRA
Aracaju - Sergipe - Brasil, 55 anos
823 textos (26748 leituras)
4 áudios (131 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 17:00)
ORLANDO S OLIVEIRA