Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O OSSO DURO DE ROER (Bloquearam-me no grupo dos professores no Facebook para não incomodá-los)

           O sistema educacional brasileiro público, sobretudo em Goiás com seu IDEB  campeão, é um defunto que os seus familiares relutam em enterrá-lo. Embalsamam e usam maquiagem, mas tudo o mais já denuncia a deterioração. Eu só acreditarei em ressurreição se os filhos dos professores começarem a estudar nas escolas que eles lecionam! É difícil achar um professor que rejeitou outras opções para sê-lo, quase todos o são por falta delas. Depois se encontram em um ambiente tão morno que é difícil pular para fora do caldeirão da bruxa. Uma vez cozido, vira comida preciosa para políticos! É como já disse Luigi Pirandello: "A educação é inimiga da sabedoria, porque a educação torna necessárias muitas coisas das quais, para sermos sábios, nos deveríamos ver livres."
           Depositei a gota d'água quando tentei me mostrar zeloso pela língua, então escrevi lá: " Quero votar em um candidato a presidente, pois não suporto a palavra "PRESIDENTA". Devem ter me achado machista demais, mas eu não defendi a palavra "DENTISTO", só não queria mais transtornos linguísticos.
           Sou um semelhante a muitos outros, da educação, eu nunca quis sair do Grupo: "Mobilização dos professores de Goiás" (Facebook). Pelo contrário, sempre pensei que tínhamos algo em comum. Mas, de tanto postar perguntas reflexivas e receber afrontas como respostas, fui, cada vez mais, provocando e provocado, e eles, dessa vez, reagiram radicalmente, banindo-me do seu meio, então não posso postar mais nada e nem comentar nada aos seus 20.000 membros, que suponho ser meus colegas de profissão, talvez, todos bem intencionados. Lembrando que, nem sempre, colega é amigo, o sistema se fez assim, por dentro e por fora, de perto e de longe, diferente, não são os incomodados que se retiram, porém os que incomodam são tirados. Será que a verdade incomoda os da zona de conforto? Ainda não sei o que poderia ser confortável para os que andam ao derredor do cadáver, evitando a hora de sepultamento!  Então continuarei procurando uma razão suprema para a frase: "Os iguais se protegem".  
Kllawdessy Ferreira
Enviado por Kllawdessy Ferreira em 18/09/2014
Reeditado em 10/10/2015
Código do texto: T4967171
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Kllawdessy Ferreira
Goiânia - Goiás - Brasil, 58 anos
679 textos (85486 leituras)
2 áudios (305 audições)
1 e-livros (81 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 18:59)
Kllawdessy Ferreira