Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Viver sem Vida

Confusa minha vida difusa.
Sofro por saber que isso não é para mim, ou é exatamente o que eu quero?
Corro para fazer e não fasso, corro para não sofrer e só sofro.
Na minha vida não sei mais o que eu quero, ´nem sei o que não quero.
Quero tudo e não quero nada, vivo sem viver.
Aprendo sem aprender.
Meus estudos eu mesmo direciono, pois os da faculdade não consigo seguir, tenho meus proprios interesses em determinadas areas e nenhum em outras do mesmo curso.
Vejo minha vida se dissolver em minhas mãos, ela corre empurrada pela barriga, sem forças para lutar, vivo conforme a musica.
Quero viver de algo que ainda ão sei o que é.
Corro muitas vezes das pessoas, fico só quieto, sentado, orando para um Deus que não sem bem se existe ou se é igual aos outros.
Leio escrevo meus temores, medos e amores.
Saio na chuva para não me molhar, entro na fogueira para não me queimar.
Difusa minha vida segue, amarga, doce e amada.
Não sei mais o que quero para mim.
Vivo mais uma vez sem vida nem perspectiva dela.
Minha vida me escapa por entre os dedos e apenas faz com que eu sofra mais e mais.
Morro todas as noites e ao amanhecer o renascimento é constante, mas mesmo renascendo a dor não acaba, sem esta ali no coração de um poeta morto pela sociedade.
Marcus Vinicius de Freitas Chagas
Enviado por Marcus Vinicius de Freitas Chagas em 26/09/2005
Código do texto: T53914
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcus Vinicius de Freitas Chagas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 31 anos
9 textos (778 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:26)
Marcus Vinicius de Freitas Chagas