Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Entre as pendências

Agora, só terei saudade
daquilo que ainda virá...

Não me lembro quando foi que afirmei isso.
Seria quando tonteava atrás de respostas
sem perguntas?
Ou seria quando muito pensava
e sem chegar a nenhuma conclusão
deixava em aberto, a crucial afirmação
“depois resolvo isso”?
O depois seria sempre o nunca
Seria, porque pensar e pensar e pensar,
sempre foi o que mais fiz.
Não foram pensamentos isolados.
Não. Eram pensamentos que envolviam
resolução, audácia, cautela, teimosia.
O que há envolvendo a psique,
quando muito nutrida,
é uma trama insolúvel...
Sei que nutri a minha.
Dei-lhe uma bagagem de informações
mas não etiquetei nada.
Não fiz uma lista seqüencial
E os dados acabaram por se misturar
criando o ilógico da lógica.
Nãofizumasegundaleituradoquehavianasaudadeporqueeladóisemmeudomínio.
Não é futuro ainda.
Nada veio afinal.
Então,
“depois resolvo isso”.
Dora Leal
Enviado por Dora Leal em 23/08/2007
Código do texto: T620700

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Dôra Leal). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dora Leal
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
507 textos (25834 leituras)
1 e-livros (38 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 05:42)
Dora Leal