Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudades de mim

Hoje amanheci com vontade de voltar a ser eu mesma.

Há dias... ou meses, talvez anos... que me afastei de mim.
Preciso voltar a dar vida a esse ser robotizado, que  passou a viver papéis que o afastaram de sua essência.

"É preciso ser forte! Esse não é o momento de se entregar. Há problemas a serem resolvidos, questões a serem decididas, pessoas com expectativas. O amanhã bate às portas . Manter-se vigilante é necessário.  Não esmorecer. O caminho é longo."

Esmagada ao peso da vida, violentando a própria vontade... Esse era o fantasma de mim.
Onde ficou o meu EU?

Tudo isso é passado!!!
Hoje, acordei com um grito de liberdade teimando em sair garganta afora. Ah! Quem saudades de mim!!!!

Faço minhas as palavras de alguém - que sabiamente filosofou: "Hoje é o primeiro dia do resto da minha vida" .
Vou começar a viver com intensidade minha nova infância...
Vou entregar-me... a EU MESMA e saborear cada momento, sem cobranças, sem temores, sem ficar guardando emoções para  amanhã.

Tenho dito!

Serelepe
Enviado por Serelepe em 26/08/2007
Reeditado em 26/08/2007
Código do texto: T624246

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Serelepe
Curitiba - Paraná - Brasil
552 textos (36698 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 08:24)
Serelepe