Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Simplesmente, hoje

Acordei romântico hoje. Torto, amassado em fantasias.

Acordei ridículo hoje. No ponto para escrever cartas de amor, tão patéticas quanto eu.

Acordei encantado hoje. Não com um bem querer, mas com todo querer, e todo bem. E tudo que é belo, tudo que é grotesco também me fascina hoje. Tudo que é idéia, tudo que é sentimento, tudo o que é impossível, possivelmente, vive em mim. Acordei com um conto de fadas, sem fadas, sem letras. Um conto vivo, apenas. Respirando, apenas. Sentindo, totalmente. Sonhando sobretudo com os ouvidos e com as mãos. Sonhando com todas as minhas mãos, e todos os meus ouvidos, harmoniosamente desorganizados, captando tudo, sonhando tudo.

Hoje acordei sorrindo... e assim estou até agora.

Hoje acordei para ouvir Chico Buarque e ler Fernando Pessoa.

Quem me dera ser assim todo tempo.
Clodí
Enviado por Clodí em 24/10/2005
Código do texto: T63126
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Clodí
São Paulo - São Paulo - Brasil
3 textos (344 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 09:57)