Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MINHA POESIA TA MORRENDO...

AGORA É ENORME A SAUDADE DE OUTRORA
TEMPOS BONS QUE NÃO VOLITAM MAIS
SINTO O FRACASSAR DE MINHA POESIA
VEJO-ME TOLA POR AMAR
HA. TANTAS OPÇÃO NA VIDA
E EU NEM CONSIGO ENXERGAR
SINTO-ME SÓ MESMO QUANDO VOCÊ ESTA
TAMANHA É A FALTA DE ESPERANÇA
VEJO QUE A FANTASIA PERDEU SEU LUGAR
AFASTO-ME PARA QUE POSSAS VIVER
MAS MORRO TODOS OS DIAS
SEM ESPERANÇA DE TE TER
TANTA POESIA NO MEU QUERER
PARA QUEM NEM SABE LER
mara
Enviado por mara em 03/09/2007
Código do texto: T637115
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
mara
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil, 48 anos
442 textos (17347 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 23:48)
mara