Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vítima de mim

Eu te liguei essa noite
Ninguém atendeu
Eu tentei chamar seu nome
Mas não sei nem o meu
Tentei procurar seus rastros
Mas não sei aonde ir
Tentei ser homem
Mas meu lado criança foi mais forte
Estado de espírito tragédia eminente
O punho contra a parede
A vítima sou eu mesmo
Meus amigos não são amigos
Nem espero ajuda
Não olho para o lado direito
Nem viro a cara quando você passa
Estou aonde não queria estar
Fazendo o que quero rejeitar
Escrevendo e não palavras bonitas
Sim, existe resquício de rancor
Sim, não suporto ouvir você falar
Não, nem por tudo vou me calar
Não, o futuro nem quero estar
A partir das regras crio paródias
E os meus cabelos não são o espelho
Da sociedade pedindo b is
CudS
Enviado por CudS em 06/09/2007
Código do texto: T641977

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
CudS
Curitiba - Paraná - Brasil, 29 anos
170 textos (5645 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 00:12)
CudS