Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

REFLEXÕES DE UM ESPELHO II

   Parece-me inconcebível a idéia de permitir que sobreviva uma página em branco dentre  as narrativas que se avolumam e que dão corpo à modesta enciclopédia de uma existência, a qual permite conhecer ao bom leitor, verdades que  identificam a natureza e a qualidade personalizada de um sentir.  Um sentir que é senão a manifestação sensitiva de um espírito que respira a vida permeada por filtros únicos, que por assim o serem, geram percepções exclusivas dos eventos que dão à vida o ânimo que a faz bastar-se.

   Em negro, escorregam as letras, formando palavras que preenchem espaços numa missão de desfazer o vazio, em vida ou em algo...

   Em negro, as palavras anunciam que o nada é filho bastardo de um deus que lhe recusa as bênçãos da significação.
MARCO ANTONIO BREGONCI
Enviado por MARCO ANTONIO BREGONCI em 08/09/2007
Reeditado em 08/09/2007
Código do texto: T643368
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
MARCO ANTONIO BREGONCI
Colatina - Espírito Santo - Brasil
113 textos (3957 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 00:54)
MARCO ANTONIO BREGONCI