Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pobre Rainha.

Em terras onde a hipocrisia reina absoluta...o medo é o guardião das almas... aquele que transgredir as leis da moralidade tem sua presença ignorada e seus passos dificultados, sendo classificado de infame pecador, estando condenado a um existir recluso, sem graça e cinzento, para que não dê aos outros o pessimo exemplo... impedindo-no de ensinar a terrivel teoria do prazer, impedindo assim que seres puros e castos (existe isso mesmo?), descubram na prática a delicada diferença entre o existir e o viver....mal sabe rainha hipocrisia que o proibido tem um gostinho inebriante e atrativo...ou será que sabe? Afinal a hipocrisia é um ser de duas faces...proibe por um lado e experimenta por outro, ela pode, seus suditos não, se o fizerem já sabem das amargas consequencias, mas a pior tortura é o gosto que se tem ao experimentar o gosto da vida, quando se prova o manjar mais delicioso não existe maneira de ficar sem  mais... é viciante...dona hipocrisia sabe disso, já provou mas fica caluda, não podem descobrir sua verdadeira face... não mostra seu verdadeiro eu porque tem seu guardião (o medo) sempre á postos, vigiando-lhe incansavelmente.
Vida dura tem dona hipocrisia!!!

Obs: Eu já fugi deste reino a muito tempo, hoje tenho o direito de ser minha própria rainha, sem guardiões nem grilhões.... conheço o viver, mas antes tive que saborear o amargor triste do existir guardada pelo medo...hojé cá estou...meu maior prazer esta em escrever...meu prazer é a maior de minhas vitórias (mesmo devorando um acentozinho aqui e outro ali)...ainda tenho muito a experimentar, tomei gosto  pelo prazer em sua totalidade e estou cada dia mais preparada para busca-lo em sua totalidade...hoje tenho pena de dona hipocrisia e sua vida dupla.
Essência di Ana
Enviado por Essência di Ana em 09/09/2007
Código do texto: T645212
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Essência di Ana
Paulínia - São Paulo - Brasil, 37 anos
528 textos (16393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 11:17)
Essência di Ana