Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Trilhando caminhos os mais variados, vamos do riso farto ao desespero em fraçâo de segundos; e para cada momento vestimos um tipo de "eu":

Eu sozinho -" Não preciso de ninguém" ou "como gostaria  de ter alguém ao meu lado"

Eu feliz - " Ah, o mundo é cor-de rosa e tudo está bem"

Eu tentando ser forte -" Vai passar, vai passar..."

Eu me sentindo forte -" Eu tenho a força e comigo 
                                ninguém pode"

Eu me mostrando como sou -" Sei lá, tem horas que 
                                         posso tudo, tem horas
                                         que mal me aguento em 
                                         pé. Força e fragilidade
                                         dentro de mim ao mesmo
                                         tempo...que loucura"

Eu fugindo de mim mesmo - "Ih...Não quero saber de nada disso; vou só observar"

Talvez sejamos tão inconstantes às vezes justamente por carregarmos dentro de nós sementes transformáticas com as quais ainda não sabemos lidar.
     


Fatima Melo
Enviado por Fatima Melo em 09/09/2007
Código do texto: T645436

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre a autora
Fatima Melo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
156 textos (6265 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 19:01)
Fatima Melo