Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Viagem ao Meu Ser

   Ativada pela mente,reciclada de desejos,no vale de sombras e sêres mutantes, apego-me a capacidade incrivél do contraditório, chegando a ser deplorável, como a existência de ser absoluto.Rogo a todas as forças existentes, que se façam presente em determinado momento,querendo encontrar a verdade por assim tão somente ser!
   Afasto-me de qualquer possibilidade de vida aparente,onde a incerteza de tudo que julgaria ser bom esvair-se de meu peito,apego-me a capacidade de lágrimas profundas, onde só existe o momento, não importa serei o que terei que ser, sem poder registrar como fato incìpido,querendo que todos os meios de total fatalidade ´possa recair sobre mim.
  Faz-se necessário, estar somente aguardando tão fatalidade dos tempos, onde regada de dor, por não me achar encontrada, ficando apenas no desabor,de sí mesma,por mais que tente reagir não sei se poderei, ajudar-me nesse momento tão deplorável de minha vida. O ser da Morte chegando com máscara do desespero, aperto meu peito com todo fervor e digo:-"Eis me aqui entrego-me a você com a maior vontade de não permanecer mais nesse mundo carnal, já estou liberada de todas as forças e fios que me predem a essa vida errante,seja por assim tão somente o meu anjo de libertação, faça-se em mim sua e minha vontade"
  E Completo:- não mais pertenço a este o qualquer ser desse planeta oriundo do nada,e vou com a certeza de nada terminado, mais com a verdade de um querer fecundo dentro de mim, que é deixar de existir.
  E quando então tudo consumado, em um pacto com a frio e seguro anjo mortal, vou-me sem qualquer resistência e tolerância, em ficar.
  Nun ultimo suspiro olho para aquele que está de meu lado, e digo:-fos-te bom, cuidas-te de mim, mais nada poderá fazer a não ser cumprir tua existência e deixar-me ir em paz, não se apegue a nada de que a mim pertenceu, pois quero o descanço eterno de minha própria alma erante!

  "Nesse momento então caio nos braços da morte e a deixo- me levar para seu vale de sombra!"


Claudia Aparecida Franco de Oliveira/28/10/05Itirapina SP
 
lindamulher
Enviado por lindamulher em 28/10/2005
Código do texto: T64575
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cláudia Aparecida Franco de Oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lindamulher
Itirapina - São Paulo - Brasil, 57 anos
1582 textos (129583 leituras)
3 áudios (322 audições)
4 e-livros (303 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:54)
lindamulher