Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu e os Outros

Um pássaro que canta num ramo poisado,
Uma árvore que decora um chão queimado,
Um Homem que sofre num mundo perdido.
Uma esperança que volta no brotar de uma flor,
Um grito que se ouve e se julga de dor,
A vontade de sentir do Sol o seu calor.
O desejo de te olhar e de te chamar amigo,
O medo de, entre amigos, estar o inimigo,
O orgulho de nunca mais gritar perigo.
A vida que definha por não haver pão,
Outro dia que por nós passa nesta perdição,
O triste sabor que fica pela última saudação.
A paixão louca que nasce entre nós dois,
A manhã em que só acordo um dia depois,
A flor que no dia a dia pelo jardim dispões.
Chora comigo esta existência e seu destino,
Partilhemos só nós este momento divino,
Saber que um dia até o Homem foi menino.
Vamos tomar banho nas lágrimas da chuva,
Juntos, debaixo da silhueta da Lua Nova,
Dando ao nosso afecto a fatídica prova.
Não me deixes mais sofrer este amor,
Ata-me o coração num suspiro com fulgor,
Não me deixes viver em espinhos e dor.

sumadartson
Enviado por sumadartson em 11/09/2007
Código do texto: T647360

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
sumadartson
Portugal, 47 anos
48 textos (941 leituras)
1 e-livros (21 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 00:49)
sumadartson