Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pessoa

Sempre assim,
O calice no copo,
O vento balançando a árvore,
A falta de você.

Nunca pensei que iria fezer falta.

Pessoa que tanto desejo,
Tanto cobiço,
Nos braços dela...dele...
Já não penso em mim,
Mas até o fim
desta chamada vida,
tudo mudará,
E essa pessoa,
Me verá.

Mas eu que estava solto,
De braços abertos, estarei
"AMARRADO",
"Amarrado" a outra Pessoa.




Vital Odé
Enviado por Vital Odé em 11/09/2007
Código do texto: T647847

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vital Odé
Euclides da Cunha - Bahia - Brasil, 30 anos
193 textos (9094 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 03:04)
Vital Odé