Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
"Eu nem sonhava te amar desse jeito" (Diálogo íntimo)

"Eu nem sonhava te amar desse jeito"

Ignore quando denotar em minhas frias palavras, a ausência do Amor. É querer sufocar o nascimento do novo, do prazeroso. Que na alma permeia; que no corpo candeia tornando-o indolente.Se eu nego, é porque antes eu o sinto! E não querer sentir é prorrogar o que é previsível.
 
“Hoje nasceu novo Sol no meu peito”

Que neste Sol, astro rei, a energia seja latente, que esmoreça meu coração, que derreta o gelo e que o torne acessível. Que a luz do novo dia seja resplendor. Seja vida. Seja!eterno

“Quero acordar te sentindo ao meu lado Viver o êxtase de ser amado”
 
Sentir-te presente, em olhares desviados, em palavras trocadas. Vivo-te extasiada, em distância apaixonada.

“Espero que a música que eu canto agora
 Possa expressar o meu súbito amor”.

No toque sutil dos seus lábios sentir a renovação da própria vida. Emergir menina à superfície da maturidade!

“Com sua ajuda tranqüila e serena
 Vou aprendendo que amar vale a pena
 Que essa amizade é tão gratificante
 Que esse diálogo é muito importante”

Entre palavras: conforto, cumplicidade e paixão. 
Versos que conduzem à liberdade.




* "Eu nem sonhava te amar desse jeito" - Guilherme Arantes.



Anita Fogacci
Enviado por Anita Fogacci em 15/09/2007
Reeditado em 10/01/2008
Código do texto: T653942

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Anita). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anita Fogacci
Cabreúva - São Paulo - Brasil, 44 anos
532 textos (38712 leituras)
1 e-livros (263 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 21:10)
Anita Fogacci