Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Quantas vezes olhamos para o infinito a procura de respostas?
Quantas vezes choramos copiosamente ao ver nossos mais caros sonhos destruídos?
O quanto nos custa perceber que nossos esforços parecem ter sido vãs tentativas?
Qual a capacidade de suporte que nos é exigida no nosso dia-a-dia?

Quantas vezes iremos perguntar a mesma coisa?

Quando virão as respostas?

E quais serão as respostas?

Somos eternos perguntadores e peregrinos das nossas vidas, vivendo entre dúvidas entremeadas de esperanças e reconstruções.

Teria isso um ponto final?
Fatima Melo
Enviado por Fatima Melo em 18/09/2007
Código do texto: T657342

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre a autora
Fatima Melo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
156 textos (6268 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 07:27)
Fatima Melo