Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu não existo

Um amigo disse eu estar sumida.
Neguei sumiço.
Disse ele, então, eu estar diferente.
Neguei:

“Continuo lendo Manoel de Barros, que é pra eu sonhar em voltar pro Sertão;
continuo escrevendo, que é pra eu voar;
continuo no balanço da rede, que é pra eu conhecer o vento que vai me levar;
continuo...”

– Apaixonada?

“...por quem não está por mim, e que nunca vai ficar, e que nem aqui está.”

E ele disse indo embora:

– Depois tu diz não estar sumida...
Cristina Carneiro
Enviado por Cristina Carneiro em 08/11/2005
Código do texto: T68664
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cristina Carneiro
Fortaleza - Ceará - Brasil, 34 anos
56 textos (2431 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:17)
Cristina Carneiro