Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

De repente

De repente viajo no mundo,
viajo no instante, caminhante!
Ando sem sentido,
sem rumo.

De repente falta animo,
falta coragem, na bagagem!
Surge um bloqueio, num meio.
Sem preparo um devaneio.

Invólucro sentimento de dor
de temor, de louvor.
Despenca às vezes numa solidão
de sonhos, vividos!

Começo na imaginação da vida
ida, sofrida, sentida, perdida!
Flui em mim a vontade de viver
inda que difícil, árdua, mais vive!

Tropeço, mais não cai.
Fico triste, mais um sorriso surge.
Penso longe, mesmo que não alcance,
junto de tudo este motivo, “Viver”.

Francisco Amorim
10/10/2007
Francisco Amorim
Enviado por Francisco Amorim em 10/10/2007
Código do texto: T689243
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Amorim
Aparecida de Goiânia - Goiás - Brasil, 57 anos
42 textos (1613 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 15:28)
Francisco Amorim