Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Destino das Ondas

O destino da dor é o alívio
E o do amor é a união
O futuro da chuva é o chão
E o da flecha é o coração

O destino da guerra é a história
E o de problema é a solução
O futuro do passado é a memória
E o da glória é a ascensão

O futuro da pancada é o hematoma
O destino do rio é o oceano
O futuro da ânsia é a gana
O destino do ano novo é o fim do ano

O destino do cigarro é o cinzeiro
E o da fumaça é o pulmão
O futuro do engano é o desespero
E o do rancor é o perdão

O destino do antigo é o desuso
E o do bandido é a contramão
O destino da porca é o parafuso
E o da soberba é a solidão

A praia deserta
A onda morre na areia
Quantos barcos afundam
Por causa de uma sereia

O outono mata as flores
Que a primavera criou
O inverno trás a quietude
Que o verão desmantelou

É tão fácil prever
E tão difícil encarar
O hoje amanhã vai morrer
E a canção vai terminar

Mas um botão
Um sim ou um não
Faz tudo recomeçar

O futuro do dormir é o acordar
E o do bebê é envelhecer
O destino da semente é germinar
E o da noite é o amanhecer

12/02/06
Anjelus
Enviado por Anjelus em 18/10/2007
Código do texto: T698978

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Anjelus
Apucarana - Paraná - Brasil, 40 anos
142 textos (2995 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 08:42)
Anjelus