Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

''Querer e não ter'' (Queria)

Queria te amar... E não ficar sem seu amor
Queria viver... E não vivo apenas vegeto por ti
Queria te esquecer... Só que não te esqueço
Queria ser a tua lua... Mas sou um sol sem brilho
Queria ser o seu despertar... Não passo do seu pesadelo
Queria ser tua flor... Mas sou seu espinho que te fura
Queria ser o seu caminho... Mas sou descaminho
Queria te dizer... Mas faltaram-me as palavras
Queria ficar com você... Só ganhei desprezo
Queria o conforto do teu abraço... Mas o abraço...
Queria o beijo do beijo, apenas as migalhas, o resto.
Queria ser o homem que acorda e dorme contigo
Queria o lugar dele... Creio eu, já está ocupado por outro.
Queria de qualquer jeito... Venha sem medo... Venha,...
Queria o teu amor... Quando te vejo fico no desamor...
Queria te proteger... Fico desprotegido...
Queria te pegar no colo... Fico sem teu colo
Queria ser a sua paz ser tua defesa, Sou o seu desastre.
Queria amor da sua parte... Pois o meu amor você já tem
Queria dividi-lo com você por inteiro, não a metade.
Queria ter me esforçado mais... Mais me sobrou desilusão
Queria voltar atrás... Refazer todo o caminho, re-voltar.
Queria só ser o teu presente o que ganho a tua ausência.
Queria ser o teu partir... Queria ser o teu adeus...
Assim talvez, eu não sofreria tanto por te amar.
Queria ser o seu pensar... Para ao menos pensar em mim
Vê o quê pensa sobre mim, e dizer-te que amo você.
Queria, apenas queria... Agora não quero mais...
Pode acreditar agora é não mesmo...
Será meu coração tens me traído tanto, você é cruel.
Na dúvida é melhor querer, sempre querendo,...
Tudo pode mudar só depende de você, sou do tipo que gosta de sofrer por você, sou masoquista.

Esse texto é um ''Duo''
José Aprígio da Silva
Ana Carolina Rosa da Silva
Feito: 21/10/07.

 


 

JOSÉ APRÍGIO DA SILVA
Enviado por JOSÉ APRÍGIO DA SILVA em 21/10/2007
Código do texto: T703472

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JOSÉ APRÍGIO DA SILVA
Ceilândia - Distrito Federal - Brasil, 57 anos
1688 textos (152548 leituras)
1 áudios (33 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 20:11)
JOSÉ APRÍGIO DA SILVA