Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Principe e a Cinderela

 Parece que foi ontem que eu te vi passar
 Caminhava pela areia com aquele brilho no olhar
 E eu mero expectador, assistia a cena admirado
 Como pode a vida ser assim?
 Você passa e nem olha mais para mim.
 E tudo que a gente viveu, e tudo que sofreu?
 Não sei como consegue mas, acho que vou fazer o mesmo.
 Esquecer que um dia eu te conheci
 Espero que encontre alguém que te mereça. Que entenda, quando franze a testa, grita, resmunga e perde a cabeça.
 Talvez para ele isso não faça sentido mas, foi o destino que você escolheu.
 Deixou o principe do cavalo manco por o do cavalo branco.
 Eu sei a vida é bela e vou achar minha Cinderela
 Alguém que me entenda e não suma nos primeiros problemas.
 È, as pessoas mudam . O tempo passou e eu mudei.
 Reconheço meus erros e você reconhece os seus?
 Diferente de você não tenho vergonha de olhar para quem toquei, senti e amei.
 Que engraçado dizer isso. Enfim se cuida!
 Espero que viva feliz no seu castelo de cristal e se quiser não precisa se lembrar que nos jardins vivia um camponês que não brincava de amar.
             
Guto Angelico
Enviado por Guto Angelico em 21/10/2007
Reeditado em 14/07/2008
Código do texto: T703629

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Guto Angelico
Salvador - Bahia - Brasil, 31 anos
47 textos (3071 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 17:08)
Guto Angelico