Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

METAFORA...

A VIDA É MUITO SERIA PARA QUEM NÃO SABE BRINCAR
APRENDER A SORRIR É POR DEMAIS CONSTRANGEDOR
PORQUE O SORRISO JÁ É DÁDIVA DIVINA
E MUITOS SE APAGAM COM O TEMPO
OS TORMENTOS DA VIDA SE ENCARREGAM DE MUDAR A ESSÊNCIA
E A LAGRIMA ROLA DISCRETA NO CANTO DOS OLHOS TRISTE
REVELANDO A ALMA, NA SOLIDÃO DE UM VIVER.
A MENTIRA TRÁS A DUPLA PERSONALIDADE
SUFOCANDO ASSIM O INDIVIDUO VERDADEIRO
E NA METÁFORA DA GRANDE TRANSFORMAÇÃO
NASCE OUTRA IDENTIDADE...
UMA QUE PRECISA DO SUPÉRFLUO E SUPERFICIAL,
PARA MANTER A APARÊNCIA DE FELICIDADE
TODOS OS LUGARES POR MAIOR QUE SEJAM
TORNAM-SE PEQUENO, PRISÃO...
PARA QUEM ESTA PRISIONEIRO DO PRÓPRIO EU
NO CAMINHO DA SOLIDÃO O MELHOR COMPANHEIRO É O PENSAMENTO
EM RAROS MOMENTOS CONSEGUE-SE UM POUCO DE PAZ PARA ABASTECER...E CONTINUAR ATÉ O RETORNO AO BERÇO
ONDE A MADEIRA ENTALHADA EM GRADES
SÃO PARA PROTEGER E NÃO PARA PRENDER
E A SEGURANÇA TRÁS DE VOLTA A CRIANÇA
QUE FOI OBRIGADA A CRESCER...
E O SORRISO E COMO UMA FLOR
A DESBROCHAR DEPOIS DO ORVALHO DE LAGRIMAS
NESTE JARDIM DE FLORES E ESPINHOS DOS ANOS QUE SEGUE A VIDA...
mara
Enviado por mara em 22/10/2007
Código do texto: T704805
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
mara
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil, 48 anos
442 textos (17342 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 07:00)
mara