Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A existência de Deus

Um dia, Deus criou o homem
À sua imagem e semelhança
Outro dia, o homem criou seu destino
Corrompendo a obra de Deus

Um dia, Deus falou para o homem
 “Tu és a coroa da criação”
Outro dia, o homem disse para Deus
 “Tu és o ópio do povo”

Um dia, Deus julgou o mundo
E se arrependeu
Outro dia, o homem extinguiu várias espécieis
E se orgulhou por isso

Um dia, Deus deu mandamentos
Para o homem seguir
Outro dia, o homem prevaricou
Fazendo das leis divinas seu troféu

Um dia, Deus amou o mundo
E deu prova disso
Mesmo assim, o homem retrocede
Usando a dúvida como escudo

Um dia, Deus revelou o futuro
Onde o BEM triunfa sobre o mal
Mesmo assim, o homem renega Sua paz
Reputando o mal como fator de sua existência

Deus aprecia sua criação
E a regula, para por ela ser adorado
Os homens estabelecem invenções
E faz das mesmas seus ídolos.

Deus é o rio cujas águas seguem seu curso normal
O homem é um córrego cujo curso segue o contrário

Uma mente tão corrupta não poderia criar um Ser tão perfeito.
Mário Natho
Enviado por Mário Natho em 22/10/2007
Reeditado em 27/10/2007
Código do texto: T704921
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mário Natho
Salvador - Bahia - Brasil, 47 anos
90 textos (21793 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 21:34)
Mário Natho