Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Melhor Professor é o Tempo

por: Christian Cleber N. Alexandre

O tempo me ensinou que Deus sempre soube de tudo que precisei...
Se não recebi a maioria daquilo que queria, foi porque não tive a humildade de chegar até ele e pedir...

Aprendi com o tempo que nem todos que me sorriram e bateram em minhas costas dizendo serem meus amigos realmente foram...
Aprendi com o tempo que a inveja é a alma do incapacitado, mas que o invejoso sempre admira aquele que possui algo que ele não tem, mantendo assim o admirado sempre no foco de seus pensamentos ausentes de brilho...

Aprendi que por pior que esteja uma situação, ela pode ficar ainda pior se nos entregarmos ao desespero e à falta de fé...
Aprendi que nem sempre a paciência da espera por algo pode me contemplar com a felicidade da conquista, sendo que muitas vezes tudo seria mais fácil se eu ao invés de esperar eu fosse procurar...

Aprendi que só damos valor a algo ou alguém somente depois que este algo ou alguém em nossa presença não se encontrar mais...

Aprendi que muitas vezes em nossa vida, temos que perder alguma coisa para poder achar outra...
Em outras ocasiões, percebemos que existem coisas que seriam melhor termos perdido do que achado...

Aprendi que nem sempre a palavra "desculpe-me", tem o poder de deixar tudo como era antes...
E que o dom do perdão não está reservado a todas as pessoas...
Que mesmo eu sendo amigo, sincero, companheiro para com os outros, eu mesmo assim não consegui agradar a todos...

Aprendi com o tempo que nada melhor que ele próprio para demonstrar quem realmente te quer bem...
Que passe o tempo que passar e que faça o que fizer, você nunca vai conseguir pagar um favor recebido de alguém...

Aprendi que no presente sempre estamos com esperanças no futuro, mas que na verdade é em um determinado momento do passado que gostaríamos de estar...
Aprendi que quando se ama uma pessoa, todos os seus defeitos se convertem em qualidades ou tolerância...
E se por ventura o mesmo amor um dia se esgotar, as qualidades e a tolerância com ele também se esgotarão, deixando em sua cabeça uma pergunta sem resposta... "Como pude amar alguém assim" ?


Aprendi que por mais tempo que eu tenha para aprender, o mesmo nunca será suficiente para que eu aprenda tudo...
E que ninguém no mundo por mais sábio que seja sabe tudo...
Aprendi que por melhor que alguém seja em algo, sempre existirá outro alguém que o supere...

Aprendi que não existem pessoas feias por natureza, mas sim pelas conseqüências de suas más atitudes...
Aprendi que muitas pessoas por mais acompanhadas que estejam, lá no fundo do seu eu elas se sentem sozinhas...

Aprendi que cada dia que se inicia é uma nova chance de aprendizado, mas muitos não enxergam isso errando em algo que talvez possa ter a resposta bem a sua frente...

Aprendi que a pior prisão que existe não é aquela feita de pedra, mas sim aquela feita de sentimentos...
Sentimentos que te aprisionam num mar de perguntas sem respostas, sentimentos de arrependimentos, de magoas, de não ter feito o que deveria ter sido feito, de não ter dito o que deveria ter sido dito...
Simplesmente porque na prisão de pedra existe a possibilidade de fuga...  Mas e na prisão de sentimentos?  Como se foge de algo que está dentro de si próprio?
Isso é o que chamo de ser prisioneiro da liberdade, pois mesmo você estando livre, você estará sendo prisioneiro de você mesmo, e para onde você for, esta prisão abstrata estará contigo.

Aprendi que a morte só causa medo naqueles que tem peso na consciência e que somente a leveza e a pureza das atitudes vividas dará ao de boa índole uma nova visão sobre ela.

Aprendi que dar uma segunda chance para uma pessoa por um erro cometido, é sinal de nobreza... mas dar uma terceira chance para a mesma e pelo mesmo erro, é sinal de burrice...

Aprendi a duras custas que um lobo pode ser criado desde filhote junto a um rebanho de ovelhas, mas que passe o tempo que passar ele nunca deixará de pensar como lobo...

Aprendi que é bem melhor arriscar e peder tudo, do que ficar no anonimato de atitudes, passando o resto da vida imaginando o que teria acontecido se eu tivesse arriscado...


É!!!

O tempo sempre ensina, mas são poucos o que aprendem sua lição!!!
Christian Cleber
Enviado por Christian Cleber em 25/10/2007
Reeditado em 25/10/2007
Código do texto: T708732
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Christian Cleber
Campo Limpo Paulista - São Paulo - Brasil, 41 anos
72 textos (6267 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 00:46)
Christian Cleber