Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CÂNTICO DE ALVORADA

*Fanny*

A alvorada cantou quando a ternura do teu olhar acendeu o infinito azul da minha alma.
Voei com as tuas asas brancas de seda, colhi estrelas, bordei-as nos véus das galáxias distantes…
Murmurei à lua meus versos, meus segredos e o silêncio da minha voz fez-se cântico... suaves acordes de ti nas avenidas airosas do Universo...
Fanny Estrela
Enviado por Fanny Estrela em 13/11/2005
Código do texto: T71122

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fanny Estrela
Portugal
230 textos (6828 leituras)
1 e-livros (100 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 03:52)
Fanny Estrela