Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
A temporalidade


Da contagem regressiva que se tem do tempo que não se tem,
Das árvores que se despem ao raiar do dia,
Das águas chorosas em soluço livre,
Dos beijos ainda a serem dados por todo o tempo que se retêm.

O tempo do amor sem tempo,
Onde a paixão percorre o vácuo da existência permanente,
Em chuvas de pensamentos, em trovoadas de desejo,
Do sol que brilha no tempo claro de um dia inexistente.

O tempo do beijo extinto, pois que é único,
Fotograma de uma virtude conjuntural,
Onde a língua toca e retrai em busca do tempo...

O tempo convexo de um Universo descontraído,
Serei teu, um tempo?
Ou terás minha atemporalidade eterna?

Lorenzo Giuliano Ferrari
Enviado por Lorenzo Giuliano Ferrari em 30/10/2007
Código do texto: T715868
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lorenzo Giuliano Ferrari
São Paulo - São Paulo - Brasil, 54 anos
1817 textos (50948 leituras)
1 áudios (2457 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 10:39)
Lorenzo Giuliano Ferrari