Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meus erros

            As vezes me pergunto porque quero tudo tão certo, porque quero acertar sempre. Mais eu sei que isso não é possível. Assim sigo certo de meus erros, tentando neles acertar. Pensando que na vida cometerei muitos outros tentando acertar, mais na certeza de errar dúvido que não posso acertar.
Entre erros e acertos, a vida segue, com esses erros certos, pessoas se vão, outras pessoas vem, mais as verdadeiras o tempo nem a distância podem apagar. Das que se vão, algumas deixam saudades. E com isso me sinto triste. Outras se vão sem nem ao menos partir, isso se torna amargura.
Sempre digo que posso ser bom em tudo o que quiser, porém não consigo ser bom em perdoar, ou talvez eu não queira o bastante. Talvez essa seja a grande frustração da minha vida, não conseguir perdoar e sempre levar as amarguras comigo. Mais isso não me torna frustrado.
Talvez eu queira que mundo ao redor se adapte a mim, isso faz de mim um tolo, pois eu deveria me adaptar ao mundo que me rodeia. Mais isso eu não quero, pois o mundo que me rodeia cada vez mais me atormenta da forma como ele é. Mudar o mundo talvez seja demais pra mim, mais não sei se não é mais difícil mudar a mim mesmo.
Pois então me vejo mais uma vez em fase de  reconstrução, mais uma vez me despedaço, me disfaço diante das circunstancias.Tentando mudar mais uma vez. Semana passada tentei deixar a minha caridade de lado, levantar cada vez mais o meu ego, e pensar que não devo ajudar mais as pessoas que precisam e sim as pessoas que merecem. Mais como nada é por acaso, por mero acaso o acaso veio me visitar. Me vi socorrendo uma mulher. Ela com 100 kilos e eu com ela nos  bracos, eu!!! com apenas 53 kilos. Quando penso o quanto isso é insano, vejo que nasci pra ajudar, não importa o preço eu pague por isso. E o mais comico de tudo isso é que mulher de 100 kilos não merecia a ajude de ninguém. Então percebi que as pessoas que merecem ajuda não precisam de ajuda, então vou ajudar sempre pessoas que não merecem. Mais por que essa contradição? Talvez simplesmente porque isso esta na minha excência .
Apesar de todas as amarguras, e preços que ainda vou carregar ao longo de minha vida, com toda essa contradição, a vida segue, e eu nasci pra dar certo, mas sempre errando. Tentarei cometer os erros certos.

 
Alessandro Longo
Enviado por Alessandro Longo em 02/11/2007
Reeditado em 22/09/2010
Código do texto: T720080
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Alessandro de Souza Longo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alessandro Longo
São Paulo - São Paulo - Brasil, 33 anos
74 textos (3866 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 13:29)
Alessandro Longo