Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VONTADES

Temo!
Temo que teu sorriso seja a minha ultima razão.
E que a brisa nefasta que corre pela madrugada
traga-me ao peito a dor do sono eterno...
... O céu agora está pálido, sem graça... E mesmo
com todas as estrelas que brilham em seu espaço,
falta alguma coisa: Falta vontade... Falta vontade
mesmo Schopenhauer achando que a vontade é nociva
à vida... Falta vontade, e talvez por isso falte vida...
Por que segundo Nietzsche, a vontade é essencial para
o querer viver... E toda vontade de potência é o motor
propulsor do espírito humano aos seus objetivos... E só o
medo e a preguiça os impedem de chegar ao fim...!


 
Teo Poeta
Enviado por Teo Poeta em 03/11/2007
Reeditado em 21/03/2010
Código do texto: T721201

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (Créditos: Teobaldo Neto/teobaldoneto.blogspot.com). Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Teo Poeta
Cruz das Almas - Bahia - Brasil
90 textos (2522 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 09:03)
Teo Poeta