Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O SORTILÉGIO

Nem a mudança de estado poderá vir a atingir o espiritual que permanece vivo para amenizar a trajetória. Ao redesenhar o dia seguinte, ocorre o dedilhar mágico no que está subjacente a esta constatação. O Mago propõe a sempre vida.

Mesmo com toda a eventual mesmice dos dias, o redimensionamento do real pela Palavra nos concilia com o exercitar do tempo – esta condenação a ser dentro dele ora feliz, ora infeliz.

A lavratura sensível é um cadáver cuja língua morreu de amor...

Os magos são os recriadores do possível. É desta conciliação que se nutre o sortilégio.

– Do LIVRO DOS AFETOS, 2005/2009.
http://www.recantodasletras.com.br/pensamentos/723776
Joaquim Moncks
Enviado por Joaquim Moncks em 05/11/2007
Reeditado em 17/09/2009
Código do texto: T723776
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Joaquim Moncks). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Joaquim Moncks
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 70 anos
2778 textos (755380 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 10:48)
Joaquim Moncks