Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DEUS É O TEMPO!!!!!

“Tempo” do meu tempo
Às vezes não acho tempo
Para falarmos
Do tempo que passamos juntos meu “Tempo”...
Meu tempo é todo seu
Sendo que é você...”Tempo”
Quem marca o tempo

Ahhh!!!!!
Meu caro amigo “Tempo”
O quê aconteceu contigo?
Ou será que foi comigo?
Tanto tempo perdido.

Meu amigo “Tempo” será?
Que estamos sem tempo?
Ah! Meu “Tempo”...
Onde está você?

Você está dizendo:
Que sou eu quem faz o tempo,
Mas você se esqueceu que você é o “Tempo”?
Ou você “Tempo”, também precisa de um tempo?

Então estou te dando um tempo
Veja se descansa, e não perca tempo.
“Tempo”, tempo...
“Tempo” é hora de viver!!!

Guarde um pouco do seu tempo...
Para mim! Seria pedir demais?
Oras bolas! Afinal de contas “Tempo”,
Somos amigos...Não somos?

Não passe assim tão depressa “Tempo”
Sei; você já me disse que:
“Não podes parar” •
Pois, então ande mais devagar.

Dê-me algum tempo
Para te alcançar
Sabes que levas contigo
Tudo de meu...
De “Seu”.

Levas...
Meus sonhos...
Minhas alegrias...
Meus amores...
O meu porvir.

Ah! “Tempo”...
Podes até passar pelo tempo
Porém o meu tempo...
É todo seu “Tempo”.

Você
“Tempo” dos “Tempos”,
Senhor do “Tempo”.
Amigo do meu tempo
Se...
Eu aproveitar bem
O tempo que me dás.

Querido “TEMPO”
Não ande tão lépido,
Pare um pouco o pêndulo
Veja a ampulheta da minha vida
Que passa.

Olhe o tempo que resta
Do meu tempo
Para ter tempo de plantar
Um pouco do Seu “Tempo”.

Para o meu futuro sorrir...
Tão presente ir
“Tempo” socorro!!!
Não se ausente
Dê um presente de vida
Para um inconseqüente.

“Tempo” do “Ser”
Ser menor que o Senhor do “Tempo”.
Na hora certa meu “Tempo”
Busque o seu tempo, no pêndulo.

Aí quem sabe?
Com a sabedoria do “TEMPO”
Eu comece a conhecer
Todos os tempos

Tempo que procure a vida no “Tempo”:
Tempo de sol... Luz da fotossíntese
Tempo de lua... Luz das estrelas
Tempo de amar... O feto da vida
Tempo de chover... Regrar a planta
Tempo de andar... Lado a lado
Tempo de fazer e refazer amigos
Tempo de ouvir a voz do Tempo
Tempo da mulher, musa do tempo.
Tempo do homem, herói e escravo do tempo.

Ainda temos tempo, não percamos tempo.
De sermos só um, no imenso “Tempo”.
E que tenhamos ainda tempo
De acharmos tempo
Para entramos num templo
E percebermos que:
“O TEMPO”
É Deus
E de. “DEUS”!
___________________________________________________________
                                        Dueto:
                            Kellinho e José Aprígio

                               Visite meu site:
                     
www.kellerbucci.prosaeverso.net
Kellinho
Enviado por Kellinho em 05/11/2007
Código do texto: T724982

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Kellinho- www.kellerbucci.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Kellinho
Cássia - Minas Gerais - Brasil
187 textos (26260 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 23:04)
Kellinho