Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lágrimas

Me olho para o esperlho, mas não consigo enchegar o meu eu... Não encontro caracteristicas que me defina. Sinto no meu rosto umas gotas de aguas escorrendo, mas nem elas eu consigo enchegar-las, mas sinto o gosto que cada uma que cai. Gotas d'água que caem dos meus misteriosos olhos e escorrem pelo desconhecido do meu rosto chegam ate minha boca e se revela... São gotas d'águas salgadas. São lágrimas que vão um pouco da minha dor, angustia, medo e decepção.
"Lágrimas brotada do coração, revelado-se aos nossos olhos e sentimos o gosto de cada uma em nossa boca"
Baby Celest
Enviado por Baby Celest em 10/11/2007
Código do texto: T731683
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Baby Celest
Recife - Pernambuco - Brasil, 25 anos
75 textos (47405 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 18:11)
Baby Celest