Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Encontro de Amor

Quantas vezes iremos passar no mesmo lugar,para ver se damos de encontro com alguém,e que este alguém,despercebido,esbarre em nós,e nos ajude com os papéis que cairam.Quando ele olhar para aqueles papéis,envergonhado,há de dizer:
-Estes poemas são teus?
E eu ainda que com o coração a pulsar,com o rosto coberto de amor,ei de responder:
-Eles acabaram de encontrar seu dono.

    E depois deixe com que o destino resolva...Não!mas para que o destino possa resolver,precisa de nossa ajuda...
-Ai garoto,me desculpe estava a voar por aí!
Este,coração,com os olhos no coração dele,o responderá:
-Não se preocupe,volte sempre!...
Claro,ei de conseguir um riso arrancar daquela face rosada envergonhada.
-Sempre passo por aqui,sempre nos damos de encontro,é que passamos muito rápido...
Eu?que haveria de dizer?
-Pois é que nunca havia percebido que por aqui caminham estrelas...
Bom,caso ele tenha percebido,alguém havia se apaixonado,e este alguém...Sou Eu.
-É que na verdade ainda não tinha encontrado o céu,para parar quieto!
Ual,bom...deixe voar sobre as nuvens do céu azul estrelado.
-Ainda não tinha encontrado,foi o que disse...Agora,encontrou?
Esta frase que soou de minha voz,esperava ouvir um "Sim",mas havia medo de também ouvir um "Não".E os olhos dele,que de repente mudaram,ficaram sérios,claros,brilhavam e pareciam lágrimas a cair sobre aquela face linda de uma pele clara.
-Sim.
Meu corpo trêmulo,querendo fazer-me despencar sobre o chão de tanta emoção,seguiu mais para perto do corpo dele,sua mão ainda segurava uma folha minha...
-Tome,é seu...ele devolveu-me...
Mas,devolveu?...eu apenas olhei para a folha e li "Te amo Tanto"...e disse a ele:
-Não,tome,isso é seu.
    Minha cabeça voava,certo,claro que na cabeça dele,passavam as mesmas coisas...quando começou a ler aquele poema,e as lágrimas caindo no papel,não me conti,e também emocionei-me,o fato era que...
As palavras que soavam de sua boca,baixinho.
"E eu te amo tanto amor
Que de tanto lhe amar
Tenho-te em min ainda sem te conhecer"
Ele olhou para min,pegou nas minhas mãos...
-Ei,acho que está na hora de nos conhecermos!
Eu olhei para os olhos dele,e ali,onde sobre a calçada de uma rua movimentada,nos beijamos...Olhos fechados,dedos entrelaçados,corpo a corpo...Beijamos.
-Agora,eu consigo ver estrelas...Meu amor.
-Eu só tenho olhos pros teus...Meu amor...
Claro,sem nomes,eis que vocês não sabem,mas Eu um dos protagonistas e Ele o outro.
Um amor,romance,é belo,de onde,como,quando,enxergamos,mas não importa...O amor sempre será o amor,belo,em todos os lugares,mesmo que o infinito seja inalcançável,só o amor o pode tocá-lo,e quer saber mais?O amor tem o poder,de fazer duas pessoas se encontrarem,ainda mesmo que elas não se conheçam!
Hilton C da Luz
Enviado por Hilton C da Luz em 21/11/2005
Código do texto: T74596
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Hilton C da Luz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 27 anos
130 textos (8882 leituras)
1 e-livros (11 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:30)
Hilton C da Luz