Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Decepção

Dizem que a decepção acontece quando os fatos não ocorrem da forma esperada pela pessoa.  Estou decepcionada por não conseguir concretizar alguns de meus objetivos.  Julgo haver me empenhado ao máximo, mas uma força superior sentenciou que não era o meu momento de colher os louros.  A sensação do dever cumprido deveria suplantar a decepção, afastá-la, já que é um sentimento negativo e que nos faz sentir derrotados.  Ninguém entra no ringue com a luta ganha, é preciso lutar com garra e contar com todas as probabilidades, afinal tudo é experiência.  Mas o ser humano é teimoso e presunçoso,  acha-se capaz de tudo, já que é uma mente pensante e racional, sempre encontrará uma saída plausível.  Só que essa “saída” nem sempre é a predileta, a pessoa precisa adiar seus planos por não ser o momento propício.  Sim, a frustração faz crescer, amadurecer, aprender a chorar e rapidamente enxugar as lágrimas para o próximo confronto.  Entre uma onda e outra não há quase intervalo nenhum, são seguidas e ritmadas, se não tivermos os pés bem fincados na areia vamos ser derrubados e nos machucar.  Isso é crescer, é como tirar as rodinhas da bicicleta e pedalar livremente.  O recomeçar jamais será vergonhoso, vergonha é não tentar, é ser covarde, é ser avestruz.  O êxito não vem de graça, é a coroação após uma série de fracassos. Isso é o que muita gente não entende, nem mesmo eu hoje, quando me deparei com uma baita decepção.  Ainda bem que a ficha caiu a tempo e eu redefini o significado da perda, conforme dita a PNL (Programação Neuro-Linguística).  E isso não é para quem quer, é para quem tem a sorte de ter acesso à informação e ao esclarecimento para jamais se desesperar por mais que o momento seja difícil, mesmo que o coração doa, tudo passa, tudo mesmo.  A melhor auto-ajuda não está nos livros nem nas palestras, está no âmago de cada ser, só nos cabe mergulhar fundo e buscar, a resposta está onde sempre esteve e de onde jamais arredou, dentro de nós.
NilzaFreire
Enviado por NilzaFreire em 21/11/2007
Reeditado em 21/11/2007
Código do texto: T746783
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
NilzaFreire
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 53 anos
393 textos (9546 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 00:34)
NilzaFreire