Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O que é a verdade?

Segundo Nietzsche a verdade é um ponto de vista.
   Segundo tempos e tempos de existência a resposta não seria tão simples que eu conseguisse elaborar, tenho em mente o tipo de pergunta feita por Pilatos a Jesus.
   Que é a verdade? E, dizendo isto, tornou a ir ter com os judeus, e disse-lhes: Não acho nele crime algum. João 18:38
    Ele gostaria que Jesus ali mudasse algo, tomasse uma iniciativa rumo sua redenção. Não vez que posso salvar-te? È a agonia de Pilatos ao ver o silencio de Jesus.
   É muito parecido com nosso desespero humano gritando aos céus por uma resposta sobre o mal que nos vem no dia-dia.
   A resposta esclarecedora simplesmente não vem.
   O mundo a nossa volta é mal, nosso meio é corrompido e não ha sinal de uma melhora em um futuro próximo, claro tudo isso nada tem a ver com nossas tranqüilas vidas ate o dia trágico em que nos tornamos vitima desse sistema “mal”.
   Sabe, doença? É uma das coisas que nos deixam surpresos ou impactados com o poder de destruição que uma infecção pode causar.
   Uma situação onde é posta a prova nossa crença em nossas convicções.
   Pilatos esta convicto da inocência de Jesus porem, o que ele tem diante dele é uma tribuna de acusação e com poder político para colocá-lo em maus lençóis, dai o vacilo e a duvida dele com relação ao que fazer.
   Sabe quando você é generoso ou bom pai (mãe) e de repente se vê diante de atos inimagináveis do filho?
   Quando você um pacato cidadão do bem religioso parece receber toda a fúria da vida sobre seus dias?
   Seu filho vai nascer e você é despedido?
   Coisas assim são próximas da dor e duvida de Pilatos.
   Um bico de sinuca, diriam alguns.
   A verdade diante de tal fato me parece bastante provável que seja a mesma que recebemos todos os dias em nossas vidas míopes.
   Assim como Pilatos não temos a menor idéia no todo das conseqüências geradas pelos ínfimos detalhes particulares que vivemos, ou seja; a complexidade de todo o movimento da vida em suas necessidades não nos pergunta como deve agir, a vida segue como um relógio perfeito dando seu ritmo a todos os participantes, querer compreender isso é como tentar explicar para Pilatos ali naquele momento que independente de seus atos Jesus seria crucificado. Pilatos diria que ele estava delirando.
   Assim vivemos como seres que crêem ter poder de algo no todo, porem, não temos.
   O que é a verdade?
   A verdade simples de cada vida em particular é: estamos em meio a uma opera complexa e o regente conta com uma boa performance de todos nós.
   Um rabino escreveu um livro sobre o por que de coisas ruins acontecerem a pessoas boas, tomou por base sua vida de um rabino dedicado e fiel em todos os seus atos que teve que enterrar o filho vitima de uma doença rara.
   Um momento onde ele buscou a resposta de D´us, e não encontrou, o silencio de D´us diante de todos os seus momentos angustiantes diziam simplesmente que isso faz parte da vida, assim alguns nascemos para o sorrir, outros para as lagrimas e por que? O equilíbrio do todo.
   Se todos fossem patrões, quem trabalharia?
   Se fossemos todos rins, onde estaria o fígado?
   Questões simples difíceis de serem concebidas no sonho utópico do livre arbítrio.
   Gosto da idéia da orquestra exatamente por ter um sentido bilateral onde posso me espelhar para o próximo exemplo.
    Digamos que você conhece D´us, ele é um cara bacana e deixa você saber de alguns lances que ele realizou durante toda essa nossa estadia terrestre.
    Ai em uma dessas manhas qualquer de nossa existência Ele o Criador em pessoa manda aquela: o mano, você me faz um favor, você prontamente diz que sim, ok?
    Então vamos lá; a vida é como esse aparente e ingênuo exemplo, imagine que você sente uma vontade profunda de comer pipoca, mas a moda antiga, na velha panela com manteiga e tudo o mais, você vai ate o mercado, compra um pacote de milho para pipoca, no caminho de volta o pacote escorrega de sua mão quando você esta olhando para aquela mulher linda do outro lado da rua ( ou homem lindo do outro lado da rua), segue seu caminho em casa estoura o pobre milho e saboreia aquela pipoca caseira, ok?
   Mas ai temos um fato que passou despercebido pelos seus atentos olhos, um pequeno buraco no pacote de milho na queda foi o suficiente para que alguns grãos fossem via sarjeta para o riu poluído mais próximo gerando algum tempo depois um pe feio de milho quase imperceptível o qual serve de alimento para uns pardais que acabaram de romper o casco dias depois, no todo da vida você foi um instrumento de vida e não percebeu, exato o favor que D´us pediu a você, você diria sim, então por que perder tempo perguntado se ele sabe que você dirá sim?
   Como na orquestra, existe um regente e tudo segue o que ele guia ali tudo é uma sinfonia onde tudo é importante, até o mais aparente descartável bater de um sino.
   O que é a verdade?
   A vida é um estado extremamente complexo onde tudo se encaixa com perfeição sem espaços para o acaso ou respostas incompreensíveis ou inaceitáveis para o intelecto.
   Assim como Pilatos não conseguiria absorver a resposta de Jesus, nos também não conseguiríamos.
   Como D´us iria nos explicar que aquele filho que morreu aos dois meses seria um dos maiores traficantes do bairro? Eu rebateria ate a morte que conseguiria mudar isso e na realidade eu não conseguiria.
    No universo vivo essa maquina complexa de nascimento e morte tudo esta em sincronia.
   Alguns chamam de lei de Causa e Efeito, e outros tantos nomes, a verdade parece mais próxima do silencio, nele é que crescemos, nele é que podemos decidir de coração limpo o que pode nos redimir ou condenar.
   Pilatos foi condenado pela omissão, nos podemos todos os dias sermos elevados pela ação de aceitar a vida e nos perdoar pelo que fazemos que não parece tão correto, porem dentro do todo tudo corre em harmonia.
   
Ricardo J Schneider
Enviado por Ricardo J Schneider em 29/11/2007
Código do texto: T757263
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (rick mc.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo J Schneider
Santo André - São Paulo - Brasil
411 textos (33882 leituras)
12 áudios (638 audições)
16 e-livros (11192 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 22:21)
Ricardo J Schneider