Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Depois da chuva, ainda contigo!

Depois da chuva, quero sair às ruas,

olhar as gotas d'água
cristalizando às
folhas verdes

e, as pétalas multicores,

sentir o cheiro da terra molhada

e, na minha mão,

o calor da tua

à minha grudada...

 

Depois da chuva,

minha Poetisa,

eu quero

estar molhado qual uma criança

Brincar na enxurrada

Ver-te, e em ti ver:

A esperança.

 

De novas águas a correr

Pelo teu corpo

à pele, o brilho de um cristal

Dançando na chuva

Seu corpo no meu

Uma luva

 

Perfeitamente calçada

Sorte lançada

Passado esquecido

Simplesmente passado

Presente por ser amado.

 

Meu cheiro misturado ao seu

Sinestesia apaixonante

mistura sensações

frio-calor

nossos corações.

 

Fogo a arder

derretendo o gelo do tempo

Você lume

E eu? Vaga-lume!

 

Sempre voando

incansável te procurando

Enlace de mão

Por que não?

 
Então, vem poeta

Segura a minha mão.

Mas, saiba que minha meta

é habitar teu coração,

dominar teu pensamento,

dividir tudo contigo!

Cada momento.

Pra que nesse amor puro

eu conte com teu ombro amigo.

E, seja teu porto seguro.

 

 Dueto: Kellinho e Tãnia Voigt

Visite meu site: www.kellerbucci.prosaeverso.net

Kellinho
Enviado por Kellinho em 30/11/2007
Código do texto: T759624

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Kellinho- www.kellerbucci.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Kellinho
Cássia - Minas Gerais - Brasil
187 textos (26260 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 17:13)
Kellinho