Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NOS ENCONTRAMOS...

Nos encontramos ...nos olhamos...sorrimos...nada falamos...selamos o reencontro num abraco...terno...fraterno...eterno...num compasso...marcado...fechamos o laço...ela sozinha...eu acompanhado..mas nada importava...o destino estava selado...ela seria minha ...me encontraria muito tempo depois...no tempo...no espaço...ela sabia...sentia...olhava...sorria...alegre estava...eu sem nada perceber apenas acompanhava seu traço...sua fisionomia...e pra mim mesmo dizia...já vi esse rosto...esta face...já vivemos um romance...um enlace...ela me fitava...como se dissesse a ela mesma...amor...voltaste pros meus braços...pra casa...assim aconteceu...brincamos...nos olhamos...falamos...compartilhamos...mas as pessoas nem imaginavam que ali estava...perto deles...um homem reencontrando sua amada...e uma mulher revivendo um grande amor... uma vida...uma estrada...trilhada pelos dois...com sabor...mesmo no passado...amargo...castigado...sofrido...perseguido...mas vencido pelo cansaço...do amor forte...antes sem norte...hoje com sorte...pois reviviam ali...a vida...tendo passado tanto tempo pela morte...vieram os encontros mais freqüentes...ela se aproximava...carente...amiga me estendeu a mão quando o inevitável aconteceu...e disse pra mim...venha te dou meu amor...te entrego meu coração...sem esperar nada em troca...mas sei que não sera em vão pois em mim encontraras conforto...aconchego...abraço..serei sua porta...e saída...de paixão...de tesão...e eu mesmo desconfiado...cedi...me coloquei diante dela...como castiçal pra ter brilho precisa da vela... e aceitei sua compania...cumplicidade...por momentos...por dias...anos...pela eternidade...ela era sonho...se fazia minha...a todos instante...a toda hora da noite ou do dia...e fechamos um trato...deixaria pra traz o passado e viveríamos a felicidade de fato...a cada minuto me encantava mais...encontrava nela...carinho...doçura...paz...ela buscava as entranhas de um homem marcado...que sofre calado...mas jamais desiste da procura...por tantas vielas...caminhos...noite escura...nela via luz...alma brilhante...uma linda mulher fazia de mim um gigante...alegria e sorriso constante...brilho no coração...alma amistosa...palavras centradas...sempre vinham daquela boca gostosa...a via como um brilhante...multi facetado...sera que agora o mago tinha acertado...ela dizia...esta certo e claro...sou eu a quem procura...lembra de nos???nas escarpas...montanhas...fogueiras ou nos lençóis???sou sua felicidade...esperei você por vidas...andei...gritei...a todos falei...alguém viu meu mago...meu amor...meu dono...meu senhor? Onde estara agora...me esperando...procurando também...no alvorecer ou na aurora???não importa...demorou mas agora abriu porta mágica e ele chegou de novo...marcado...hoje anjo quem um dia foi diabo...asas chamuscadas...pelo inferno...mas que se aconchegaram no abraço terno que ela dava...envolvia...embalava...o coração mais frio...mais cético...sombrio..ela vinha...ele recuava...se afastava...não cedia...e ela cada vez mais próxima dizia...venha meu homem...meu mago...quero você todo dia...não importa onde ...com ou sem conforto...superaremos os desgosto de nossa vida ate hoje vazia...eu procurando você ...corri...me debati...me sacrifiquei...muitos caminhos encontrei...mas faltava luz...brilho...essência...em você encontrei e finalizei a procura...saindo de minha vida escura...pros seus braços luminosos...longe da maledicência...em suas mãos afago sincero...carinhos...nos buscamos como que quero...você também vencido pela luta...procura bruta...vaidade...saiu da quantidade de amores...pra encontrar em mim qualidade...sinceridade...lealdade...por que deixar escapar esta chance...já que veio nesta vida...encontrar felicidade e fechar a amarga ferida...de ambos os corações...do mago e da sacerdotisa....proposta feita...aceita...começou a caminhada...pensamos...vai ser moleza...existe sentimento...amor...que beleza...mas sera que amor sustenta...ela dizia que sim...o mago desconfiado pensava...ate quando...ela dizia não tem fim...apostaram de novo...e viviam um pra o outro...ele pra ela e ela pra mim...pra mim ou pro mago...não entendo mais nada...começou a confusão...pessoas atrapalhando a ahrmonia...inveja...ciúmes...tentaram de tudo...a principio foi em vão...mas depois de muito esforço...conseguiram separar ...fragmentar...alquebrar a união...que sempre foi forte...um fato...sobreviveu ao cansaço...mais forte que aço...mas não superou o valor primeiro...sucumbiu ao dinheiro...coisa material...mas sera que amor forte quebrar por causa disso e normal???quem sabe...foram fracos...a sacerdotisa ou o mago...não importando quem...infelizmente se afastaram...e não valorizaram o que de mais importante tinham no momento...o valor do sentimento...as promessas...o desejo..a vontade de ficar juntos...casar...morar...sei la...um sopro varreu a casa...num instantinho...como casa de porquinho...com alicerce fajuto...não suportando a força de um vento astuto...que acabou por separar de novo...quem sabe por vidas...pela eternidade ...uma paixão forte...um desejo...um amor nobre...que terá que esperar pra renascer ate que venha de novo...a morte...
eros kamadeva***
eros kamadeva
Enviado por eros kamadeva em 03/12/2007
Código do texto: T762459
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
eros kamadeva
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 61 anos
93 textos (9732 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 01:05)
eros kamadeva