Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um olhar para dentro

 As vezes heavy metal e demais para minha cabeça,as vezes penso num apocalipse.
 Enlouquecer, se transformar em nada, em outra pessoa e de repente deixar de ser quem era.
 Se perder e gostar disso. Compreendo coisas imensas difíceis de reter.
Espero que tudo se encorpore.
 Ir fundo no homem e na mulher que se é, trazer à flor da pele, deixar aflorar.
 Convivo com o que se pode considerar estranho. O estranho, a estranhesa, fazem parte do meu cotidiano, me são íntimos.
 As vezes você precisa muito se recolher, as vezes sair um pouco de cena e olhar demoradamente para dentro de si. Quieta dentro do casulo a larva se prepara pra virar borboleta. Não sei que dia é...
 Quando a gente menos espera esta feliz. Tão variado e surpreenente é o ser humano.
 Essas são as horas da gente, as outras horas de todo tempo são as horas de todos.
 Passo tanto tempo nas guerras que o pouco que durmo é entrecortado de tiros, chamas e morte.
 A violência me invade os sonhos...só me pergunto se é irrecuperável.
Viviangia
Enviado por Viviangia em 05/12/2007
Reeditado em 05/12/2008
Código do texto: T765533
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Viviangia
Blumenau - Santa Catarina - Brasil, 34 anos
44 textos (4033 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 08:17)
Viviangia