Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FALANDO EM CAMÕES...


 A LÍNGUA PORTUGUESA É TÃO NOBRE,

 MAS AO MESMO TEMPO TÃO POBRE.

 QUE O SENHORIO FALA: " PEÃO?"

 E O PEÃO: " SIM SINHÔ".

 O POVÃO FALA UM MONTE DE PALAVRÃO,

 E SEM CONTESTAR, DIFERENÇAS,

 CONSTITUIÇÃO, LEIS OU ESTATUTOS,

 O COLARINHO BRANCO,POLÍTICO E LADRÃO

 SE DEFENDE, FALA POR MINUTOS,

 REVERENDÍSSIMA,EXCELÊNCIA...

 ENGUIA,LISURA, AI QUE AGONIA...

 PODE? ACHO QUE NÃO...

 FICO AO LADO DO POVÃO,

 BRASIL SEM LEI, QUE IRONIA

 ANGUSTIANDO O CORAÇÃO,

 NÃO TENHO MAIS CALMA,

 GRITO:P.Q.P. N'UM SÓ PALAVRÃO.

 BRASIL MINHA LOUCA PAIXÃO,

 ROUBASTES MINH'ALMA.

 
Maurélio Machado
Enviado por Maurélio Machado em 29/11/2005
Reeditado em 29/11/2005
Código do texto: T78688
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Maurélio Machado
São Bento do Sul - Santa Catarina - Brasil
7707 textos (1651728 leituras)
2 áudios (1128 audições)
88 e-livros (6116 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:18)
Maurélio Machado