Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Na hora da morte

Diga agora na hora que estou para partir,chega de esconder e fingir em vão,neste momento não temos a distancia,nem preconceitos,nessa hora a gente só pensa no suspiro da vida e como a deixamos ao longo de nossos anos.No dia da morte a vida fala mais alto,e tudo retorna a nós como um filme,nesses momentos de reflexão tudo é analisado pelo coração e os dogmas que criamos ao longo de nossa existência são deixados para tráz.É justamente aí,no último pulsar que vemos o que perdemos,escondemos e repugnamos,sendo que nisto estava tudo que queriamos e deixamos o tempo levar embora.Diga agora o seu pecado,a sua falha,o seu sentimento e te direi que tem meu perdão e tudo que quero em troca é ser também e ir em paz.
JOÃO MOLON NETO
Enviado por JOÃO MOLON NETO em 03/01/2006
Código do texto: T93664

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (João Molon Neto (Cavaleiro da Luz) /www.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JOÃO MOLON NETO
Franco da Rocha - São Paulo - Brasil, 34 anos
331 textos (17219 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:27)
JOÃO MOLON NETO