Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A MORTE NÃO MATOU O AMOR,A ESPERANÇA ME TROUXE A VIDA DE VOLTA

Quando partí,fui contra a minha vontade,queria ficar aqui com você,porém a morte me chamou e tive que ir,seria isso ou então teria que lhe esquecer.Preferí partir e neste dia eu levei comigo uma cruz,deixei quem mais amava,viajei para um mundo distante,muito além do Universo,em um canto afastado de tudo e lá fiquei acorrentado por longo tempo.Num lugar onde não podia sorrir,nem ao menos sentir o cheiro de uma flor,fiquei solitário,apenas na compania de um vento sombrio,que a cada rajada cortava minha pele como uma navalha,eu fui enviado ao fundo do fogo,queimando e agoniando em meu triste destino e a única coisa que ainda me mantinha em pé era a esperança.Eu me mantí por muito tempo assim,tentando sempre me soltar,com a esperança de voltar a ser feliz,até que um dia as trevas se dissiparam deste Planeta e pude ver você emergir da escuridão e jogar minha cruz bem longe,a esperança mos uniu novamente,a fé nos trouxe a felicidade de volta e tudo isso baseado na lei maior,o AMOR.
JOÃO MOLON NETO
Enviado por JOÃO MOLON NETO em 05/01/2006
Código do texto: T94659

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (João Molon Neto (Cavaleiro da Luz) /www.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JOÃO MOLON NETO
Franco da Rocha - São Paulo - Brasil, 34 anos
331 textos (17226 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:06)
JOÃO MOLON NETO