Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

É Natal, a vida continua...
 
Aquela barriga de fora
O umbigo aparecendo
Ancas bem curvadas
Num rebolar sem parar
O short tão apertado
Prestes a estourar
Era assim naquele momento
Que o menino passou a mão
Encostou a boca na nuca
Juntos foram para o chão
Música vai, ritmo vem
E depois de nove meses
Apareceu o neném
Que fazer com o menino?
Enquanto na barriga, o suportava
Saiu. Procura alguém para dar
Ninguém naquele cubículo
Estava para ouvir neném chorar
Ela de barriga de fora
Porque roupas não mais lhe cabiam
Botou o menino na sacola
Mas antes o fez cheirar cola
Para que não desse nem um pio
Num lugar movimentado
Fingiu deixar o embrulho
E ele como um entulho
Ficou a mercê do vento
Mas existe Aquele, o Criador
Que não deixa passar nada
Mandou um casal que diante
De uma vitrine infantil olhava
As roupas de recém-nascido
Nisso ouvem um gemido
Saído de uma sacola
Pensam estar sonhando
Como quando tentaram gerar
Mas ali diante deles
Estava presente de Deus
Na semana do Natal
Chegou para eles o Mateus.
Os anos foram passando
E a família abençoando
Adotou outros bebês
Esse foi o final feliz
Mas teve outro final
A menina continuou gerando
Filhos para receberem ajuda
De um governo irresponsável
Continuou agindo mal
Um dia numa clínica de aborto
Depois de um procedimento
Saiu pela porta errada
Viu dentro de um grande recipiente
Pedaços e mais pedaços
Eram todos de gente!
 
Heloisa Prado
Enviado por Heloisa Prado em 03/12/2007
Código do texto: T762735
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Heloisa Prado
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 64 anos
270 textos (33234 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 01:28)
Heloisa Prado