Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lembrando um menino

Lembrando um Menino

Lizete Abrahão
 
Um Dia ,há muitos anos
Veio um ser a esta Terra
Amor envolto em panos
Alma que tudo encerra

Vagido em noite estrelada
Anuncia novo despertar
Gentes presas no nada
Menino se pôs a salvar

Filho da carne e do infinito
Nascido em meio às palhas
O homem é seu próprio grito
Sua sede, fome e mortalha

Esqueceu-se a humanidade
Que ele trouxe amor eterno
E sem tempo nem bondade
O fez só natal moderno

Ah! menino ingênuo, mal-dormido
Queria ver-te todos os dias
Nos corações empedernidos
Diluídos em teu amor e magias

Não importa se  homem ou divino
Filho! deu-te  à luz a fêmea dos seres
De parto e dores nasceste menino
Germinando  sol de amanheceres.

Que não só em um dia por ano
Sejas lembrado em renascimento
Mas que revivas em todo o humano
Teu ente e amor em cada momento.

Faze sempre o homem se lembrar
Que um presente a nada conduz
Diz a ele que eterno seja o amar
E que vivam por teu nome, Jesus



Feliz renascimento!
   

Lizete Abrahão
Enviado por Lizete Abrahão em 04/12/2005
Código do texto: T81025

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lizete Abrahão
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
89 textos (3325 leituras)
5 áudios (129 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:04)
Lizete Abrahão